Fotógrafo Profissional em São Paulo

FOTÓGRAFO PROFISSIONAL EM SÃO PAULO, BRASIL

Fotógrafo Profissional em São Paulo, Brasil

Pôr do Sol na Avenida Paulista. Fotos da capital de São Paulo, SP, Brasil.

Fotografia comercial e arquivo de imagens de São Paulo, Brasil

Nos últimos anos, um dos esforços fotográficos que tenho feito é o de gerar arquivo não só do Rio de Janeiro, mas também de vários locais do Brasil. A cidade de São Paulo, por ser o maior mercado e centro urbano do país, é de grande interesse para mim. Este post visa oferecer meus serviços de fotógrafo profissional em São Paulo.

Como sou do Rio de Janeiro e estou apenas à uma rápida ponte-aérea de distância, já visitei São Paulo algumas vezes, conhecendo razoavelmente bem a cidade. Estou apto a realizar trabalhos fotográficos comerciais e publicitários, tendo me formado em Publicidade e Propaganda pela ESPM-RJ. Minhas especialidades são fotografia de aventura, outdoors e lifestyle, mas também possuo um grande arquivo de imagens gerais da cidade.

Confira lá em baixo a galeria da minha última visita à São Paulo!

PROFESSIONAL PHOTOGRAPHER IN SÃO PAULO

During the last years, on of the photographic efforts I’ve been putting some energy on, is creating a large stock, not only of Rio de Janeiro, but also of many parts of Brazil. The city of São Paulo is our largest urban center and market, so it’s very interesting to me.

As I live in Rio de Janeiro, just a short one-hour flight away, I’ve been to São Paulo a few times and now I can say that I know the city reasonably well. I’m able to shoot for commercial and publicity jobs, as I’m also graduated in Publicity by ESPM-RJ. My specialty is adventure, outdoors and lifestyle photography, but I’ve also created a large stock of the most important places in São Paulo.

Check out this gallery of my last visit to São Paulo!

SUP na Restinga da Marambaia, Rio de Janeiro

SUP na Restinga da Marambaia

Aluguel de Stand Up Paddle na Restinga da Marambaia

SUP NA RESTINGA DA MARAMBAIA

Saiba tudo sobre o SUP na Restinga da Marambaia, Rio de Janeiro!

Final de semana passado finalmente fui fazer um programa que estava há tempos na minha lista, o SUP na Restinga da Marambaia, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Como era um domingo de sol, saí cedinho de casa e já estava em Barra de Guaratiba às 9am. Achei que fosse ser difícil conseguir lugar e horário em uma das operadoras locais. Na verdade, as operadoras de SUP na Restinga da Marambaia não fazem passeios com hora marcada, eles apenas alugam pranchas e o pessoal se vira por conta própria. Sendo assim, descobri que não precisa chegar tão cedo para conseguir alugar prancha. De qualquer forma, recomendo chegar cedo, para pegar o SUP na Restinga da Marambaia mais vazio, com o sol mais baixo e também para conseguir vaga. Paramos em um estacionamento particular bem perto das operadoras que nos cobrou 20 reais para passar o dia. Notamos que logo depois já não havia mais vagas, pois Barra de Guaratiba fica lotada de gente indo fazer a trilha da Pedra do Telégrafo. Cuidado!

Em Barra de Guaratiba, há várias opções para aluguel de pranchas e SUP na Restinga da Marabaia. Uma das primeiras é o Clubinho Marambaia SUP, mas achei meio “pop” e preferi continuar andando. A partir deste clube, se você descer mais a Estrada Velha da Barra de Guaratiba em direção ao mar, vai encontrar várias opções à sua direita, na beira da restinga, como por exemplo a Casa do Remo e o EcoMarambaia. Acabamos optando pela EcoMarambaia. Eles tem um deck na beira da restinga e o acesso é feito descendo uma escadinha na estrada. Como sou fotógrafo profissional e queria levar câmera e lentes comigo para clicar o SUP na Restinga da Marambaia, optei por uma canoa, mais espaçosa e estável. Minha namorada foi de Stand Up Paddle, acompanhada por um simpático cachorro labra-lata que ficou nosso amigo na hora. O preço do aluguel de Stand Up Paddle na Restinga da Marambaia, em todas as operadoras, varia entre 60-80 reais para duas horas, por pessoa. Minha canoa de dois lugares seria mais barata, pois o preço foi o mesmo, mas cabem duas pessoas. Como fui sozinho, acabou dando no mesmo.

O passeio de SUP na Restinga da Marambaia é muito bom, vale a pena. A região é linda e preservada. Saindo do primeiro canal, mais próximo à Barra de Guaratiba, as águas já ficam limpas e o mergulho é uma delícia, principalmente mais perto do mar. Novamente, se for um final de semana ou feriado de sol, recomendo chegar cedo. No final da manhã tem centenas de pessoas para lá e para cá. Chegando cedo, você consegue desbravar os canais do manguezal e parar em uma prainha deserta tranquilamente. Para curtir sem problemas o SUP na Restinga da Marambaia, não esqueça o protetor solar, um boné ou camiseta. E para fechar o passeio com chave de ouro, nada como uma bela peixada em um dos vários restaurantes da região.

Highline in Rio de Janeiro, Tijuca Forest, Pedra da Gávea

HIGHLINE IN RIO DE JANEIRO

Slackline in Rio de Janeiro, Brazil

Highline in Rio de Janeiro, Pedra da Gávea, Feliciano Marques on the first sun light at dawn!

Highline in Rio de Janeiro, Pedra da Gávea, Tijuca Forest

Highline in Rio de Janeiro has been one of my recent obsessions. This city is so amazing for highliners, with so many breathtaking mountains and insane scenarios. One of my favorite is, of course, Pedra da Gávea mountain, the best for highline in Rio de Janeiro. This huge granite mountain is Rio’s toughest hike, taking around 2-3 hours to the top. It’s summit stands at 844m/2770ft of altitude and offers the most amazing view to both South and West sides of town. On the way up there’s a short rock climb, very easy and quick for the experienced, you don’t need climbing gear, it’s just a scramble aprox. 15m/45ft long and always positive. A couple of years ago when shooting photos of Highline in Rio de Janeiro also in Pedra da Gávea, I got to know the folks from Nação Cadena, a brazilian highline team. They are great athletes from all around the country and I’ve been tracking them ever since. Last weekend the mission was to go again up to Pedra da Gávea and spend the night on the top, for some sunset and sunrise photos of highline in Rio de Janeiro. Carrying tons of photo gear, water and food was no easy task, but definitely worth it. I was able to get some amazing shots of highline in Rio de Janeiro during the sunset, then a few more using a side flash when the dusk came. During the night, which I spent with my lovely girlfriend under the stars, I shot some night pics from above the city while thinking of the sunrise to come. The result was great and I could get some perfect images of the 3 highline in Rio de Janeiro lines. One of them faced the West side of town, and the two others faced the south. Perfect light on both sides, all perfect, the feeling is so awesome! Check my gallery below for some photos of highline in Rio de Janeiro, hope you like it!

Highline in Rio de Janeiro tem sido uma das minhas obsessões recentes. Essa cidade é tão incrível para a turma do slackline, com tantas montanhas e cenários deslumbrantes. Um dos meus preferidos, claro, é a Pedra da Gávea, a melhor para highline in Rio de Janeiro. Essa montanha enorme de granito é a trilha mais pesada do Rio de Janeiro e leva aprox. 2-3 horas até o topo. O cume fica a 844m de altitude e a vista é incrível para a Zona Sul e Zona Oeste da cidade. Na subida, passamos pela famosa Carrasqueira, um trecho de pedra fácil para quem tem experiência, não precisa de equipamento de escalada. Dois anos atrás, quando eu estava na Pedra da Gávea fazendo fotos de highline no Rio de Janeiro, conheci a turma do Nação Cadena, uma equipe de highline brasileira com vários integrantes. São grandes atletas e desde então fiquei no pé deles, acompanhando várias missões e rendendo altas fotos! Na semana passada a missão foi subir a Pedra da Gávea de novo, desta vez para passar a noite no topo e pegar cliques no pôr do sol e no nascer do sol. Subir a trilha da Pedra da Gávea com toneladas de equipamento fotográfico, água e comida não foi fácil, mas com certeza valeu a pena! Consegui algumas fotos incríveis de highline in Rio de Janeiro durante o pôr do sol e logo em seguida usando um flash lateral, quase sem luz nenhuma mais. Durante a noite, que passei com minha linda namorada sob as estrelas, fiz algumas imagens boas da cidade vista de cima e quase não consegui dormir pensando nas fotos da próxima manhã. O resultado ficou sensacional e a luz foi perfeita, nas 3 linhas armadas, duas de frente pra Zona Sul e a linha clássica, de frente pra Barra da Tijuca. Consegui pegar o Feliciano Marques no primeiro sol do dia, acho que é minha foto preferida de highline in Rio de Janeiro. Veja minha galeria abaixo, espero que goste. Deixe seu comentário!

Trilha do Mirante da Janela, Chapada dos Veadeiros, Goiás

TRILHA DO MIRANTE DA JANELA, CHAPADA DOS VEADEIROS, GOIÁS

Saiba todas as dicas da trilha do Mirante da Janela!

A trilha do Mirante da Janela, na Chapada dos Veadeiros, vem chamando bastante a atenção dos aventureiros, um desses fenômenos que bombam no Instagram. E não é à toa, o passeio e a foto de lá são realmente incríveis! Sou fotógrafo do Rio de Janeiro e finalmente tive a oportunidade de voltar à Chapada dos Veadeiros na semana passada, e é claro que a trilha do Mirante da Janela estava no meu roteiro desta vez. Como achei pouca informação sobre a trilha do Mirante da Janela na internet, vou postar detalhes aqui e espero ajudar outros viajantes. Vamos lá!

Onde começa a trilha do Mirante da Janela?

Mirante da Janela, Chapada dos Veadeiros, Goiás

Mapa da Trilha do Mirante da Janela, Chapada dos Veadeiros

A trilha do Mirante da Janela é bem fácil de encontrar. Provavelmente você vai estar de carro em São Jorge, então aqui vão as direções de acordo com o mapa acima: (1) Saia de São Jorge pela estradinha de terra em direção ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. (2) Pegue a esquerda nesta bifurcação. Se você errar e pegar a direita (eu errei), você chega rápido na entrada do parque e é só dar meia volta. (3) Aqui fica a antena de São Jorge, se você chegou aqui (eu cheguei), você errou e é só dar meia volta. (4) Preste atenção nestas bifurcações, basta você “seguir reto” quando estiver vindo do ponto 2 e logo você vai achar o estacionamento, marcado por uns troncos de árvore secos e pedras em formatos de cristais e mandalas. Quando você ver isso, estacione o carro, é aí que começa a trilha do Mirante da Janela. Siga na trilha que vai reto e para baixo. (5) Após andar uns 15 minutos, você chega na entrada da trilha do Mirante da Janela, marcada por uma casinha dentro de um vale com um riacho. Nela estava o simpático Graciliano, que nos ofereceu água e café e falou para não usarmos drogas pesadas. É cobrada uma taxa de R$ 10,00 por pessoa e ele explica tudo. Cuidado com a onça :) Siga a trilha. (6) Você vai começar a descer um pouco, até chegar na Cachoeira do Abismo, linda e com fundo dourado. Vale a pena parar e tomar um banho. Depois, siga das setas brancas nas pedras e continue descendo para o vale abaixo (lembre que depois você vai precisar subir isso, então leve bastante água, a Cachoeira do Abismo é o último ponto onde é fácil encher as garrafas). No vale abaixo a trilha é bem marcada, basta seguir, e lá na frente você vai subir a parede esquerda do vale para chegar no Mirante da Janela, Ponto (7). Marquei em branco no mapa a vista que você tem, fantástica, para os Saltos 80m e 120m do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, e todo o vale do Rio Preto.

Qual é o nível de dificuldade da trilha do Mirante da Janela?

Dizem que a trilha tem 8km no total, ou seja, 4km pra ir e 4km pra voltar. A trilha não é curta, mas para que está acostumado com travessias, está longe de ser longa. No geral ela é tranquila, ficando mais pesada apenas na descida do vale com a Cachoeira do Abismo, e na subida do Mirante da Janela (que você vai ter que fazer na volta também). Não são subidas nem descidas muito longas, então com um preparo razoável você tira de letra. Pessoas sem preparo podem achar a trilha avançada.

Precisa de guia na trilha do Mirante da Janela?

Seguindo direitinho essas instruções, não precisa. Eu fui com menos que isso e me virei. Se for um grupo grande com pouca experiência, vale a pena levar um guia local sim.

Dicas fotográficas importantes:

Antes de falar o óbvio, e como sou fotógrafo, aqui vão algumas coisas que curti clicar: fique atento aos jardins de cerrado com as “canelas-de-ema”, essas plantas bem características. Fotos de pessoas utilizando a trilha, subindo e descendo as escadas e curtindo um visual, também me agradam. Chegando lá no Mirante da Janela, você vai se surpreender com o visual. Fica fácil fazer uma foto boa. Acabei não indo tão cedo e cheguei no Mirante da Janela por volta de 12:30h, o que foi bom, já que é o sol da tarde que banha as cachoeiras de frente, ou seja, a luz da tarde é melhor que a luz da manhã para fotos no Mirante da Janela. E o mais importante, aquela super foto que provavelmente você já viu no Instagram, não é tãaaao fácil de achar. Estou falando da foto dentro daquele triângulo de pedras caídas, com as cachoeiras ao fundo. Vi algumas pessoas voltando na trilha sem terem encontrado, mas aqui vão as direções: quando você chegar no Mirante da Janela, na “pracinha central”, siga pela trilha da direita e continue explorando, sempre indo “para a frente”. Uma hora passa a não ficar tão óbvio. Esse lugar fica bem na beirada, então é importante continuar indo até encontrar. Boa sorte!

Vejam minhas fotos na galeria abaixo, da trilha do Mirante da Janela e Cachoeira do Abismo:

Rio de Janeiro Highline e Slackline

Slackline and highline in Rio de Janeiro, Brazil

Rio de Janeiro highline e slackline! Os melhores picos do Rio de Janeiro, Brasil!

Sempre fui apaixonado por fotos de natureza e esportes de aventura. Morando no Rio de Janeiro, com altos picos e montanhas, um esporte que chamou minha atenção recentemente foi o slackline e sua derivação mais radical, o highline. Tudo começou um dia no topo da Pedra da Gávea, quando soube que uma galera de Minas Gerais vinha aí armar um highline lá no alto. Subi a Pedra mesmo com muita nuvem vindo de sudoeste (chuva na certa) e foi quando fiquei impressionado com a habilidade e disciplina dessa galera. Armar o highline já é uma aventura em si, com um rapel insano ou outro. Mas o que chama a atenção mesmo é o cuidado com a segurança, o equilíbrio e a sagacidade corporal, e também a disciplina mental e concentração para encarar o desafio. Qualquer esporte que envolva essas características merece muito meu respeito! Desde então fico caçando essa rapaziada nas montanhas do Rio de Janeiro, sempre rendendo altas fotos! Curtas minha galeria de Rio de Janeiro Highline e Slackline!

I’ve always been crazy about wildlife and adventure sports photography. Living in Rio de Janeiro, surrounded by mountains and rocky peaks, one sport that caught my attention was the slackline, specially it’s most extreme variation, the highline. It all started one day on the top of Pedra da Gávea, when I heard some guys from Minas Gerais were coming to set a line up there. So there I went, even with a heavy cold weather rolling in (rain for sure!) and that’s when I got amazed with their skills and discipline. Setting up the highline is an adventure in itself, with a few insane rappels. But what really amazes me is their extreme care with safety procedures, highly skilled body balance and mental attitude and focus. Any sport that brings these features together deserves my full respect and appreciation! Since then I’ve been hunting those guys all around Rio de Janeiro, pics are always rewarding. Check out my Rio de Janeiro Highline e Slackline gallery!

Rio de Janeiro Stock Photography

Besides going on specific jobs I also put a lot of effort into Rio de Janeiro stock photography. I’ve been working with two of Brazil’s biggest image banks for the last 10 years and published hundreds of photos in the most important and diverse medias of my country. My stock photography has also been published in National Geographic Traveler with a double page of a hang glider in Rio de Janeiro. Over the last 10 years, going all around my hometown, I’ve built a big image bank of Rio de Janeiro, with many different subjects available, but my focus always being on outdoor activities, landscape and nature photography.

Banco de Imagem do Rio de Janeiro

Além de trabalhos específicos, também me esforço para construir um banco de imagens do Rio de Janeiro. Venho trabalhando com duas das maiores agências de imagens do Brasil por 10 anos e já tenho publicadas centenas de fotos nos maiores e mais diversos meios do país. Fotos de meu banco de imagens já foram parar nas páginas da National Geographic Traveler, com uma página dupla de um voo de asa-delta. Nos últimos 10 anos, indo pra todos os cantos da minha cidade natal, construí um amplo acervo de fotos do Rio de Janeiro, com vários assuntos disponíveis, mas sempre com foco em fotografia de esportes radicais, atividades ao ar livre, paisagens e natureza.

Fotos de Esportes Radicais no Rio de Janeiro

Fotos de Esportes Radicais no Rio de Janeiro

Adventure sports photography in Rio

Rappel in Morro Dois Irmãos during the sunset, amazing view in Rio de Janeiro, Brazil!

Fotógrafo profissional de aventura e outdoors no Rio de Janeiro!

Fotos de esportes radicais no Rio de Janeiro, Brasil. Fotógrafo carioca especializado em aventura, natureza e atividades outdoor. Workshops, fotos de arquivo e aulas particulares. Fotos de highline, montanhismo, trekking, hiking, voo livre, slackline, rapel, canoagem, surf, bodyboard, paisagens, unidades de conservação, animais, florestas, entre muitas outras. Entre em contato para encomenda de jobs, projetos e fotos de esportes radicais no Rio de Janeiro! Vitor Marigo é fotógrafo profissional especializado em fotos de esportes radicais no Rio de Janeiro. Esportes de aventura, montanhas e atividades radicais.

Adventure and outdoors photography in Rio de Janeiro!

Adventure sports photography in Rio de Janeiro, Brazil. Carioca photographer who specializes in adventure photos, outdoor and wildlife photography. Workshops, stock photos and private lessons. Photos of highline, mountaineering, trekking, hiking, free flight, slackline, rappel, canoeing, surf, bodyboard, landscapes, preservation units, wildlife, forests, among many others. Get in touch for new jobs, projects and adventure sports photography in Rio de Janeiro!

Fotos profissionais de Búzios, Rio de Janeiro

Post com fotos profissionais de Búzios, Rio de Janeiro. Armação dos Búzios, ou apenas Búzios, é um município da Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro, Brasil. Com 23 lindas praias, a “península” de Búzios é perfeita para fotografia de paisagem e fotos profissionais. Algumas das praias mais famosas são a Praia de Geribá, Praia da Ferradura, Praia da Ferradurinha, Praia de João Fernandes e Praia de João Fernandinho, que ilustro com fotos minhas na galeria abaixo. A Armação dos Búzios é muito famosa pelo turismo e passou por um cresimento urbano gigantesco nos últimos 30-40 anos.

Professional Photography in Búzios, Rio de Janeiro, Brazil

Post with professional photos of Buzios, Rio de Janeiro. Armação dos Búzios or just Búzios, is located in “Região dos Lagos” (Lake’s Region) a couple of hours north of Rio de Janeiro, Brazil. With 23 beautiful beaches, the “peninsula” of Buzios is perfect for landscape photography and professional photos. Some of the most famous beaches are the Geriba Beach, Ferradura, Ferradurinha Beach, João Fernandes and João Fernandinho Beach, which I illustrate with some of my photos in the gallery below. Armação dos Búzios is very famous due to tourism and has suffered a huge urban expansion during the last 30-40 years.

Rio de Janeiro Birdwatching, Parque Nacional de Itatiaia

O Estado do Rio de Janeiro possui diversos parques e áreas de proteção, ideais para fotos de aves e birdwatching. O Parque Nacional de Itatiaia é um dos melhores locais para observação de aves no Rio de Janeiro, rico em Mata Atlântica e Campos de Altitude. No final de março deste ano levei minha turma de fotografia de natureza lá para uma aula prática, foi ótimo. Todas as fotos de aves na minha galeria abaixo foram feitas nos entornos do Hotel do Ypê, que coloca frutas em comedouros de manhã cedo, e assim atraem muitas aves. Embora não seja ideal para o fotógrafo de natureza clicar as aves nos comedouros, ao se aproximarem elas pousam em diversos lugares, criando muitas situações de fotos naturais. Os animais na galeria são, repectivamente: Araçaris-banana, Ferro-velho, Coleirinho, Beija-flor-rubi, Tecelão, Sebinho ou Cambacica, Beija-flor-de-fronte-violeta, Saíra-sete-cores, Tietinga, Tico-tico, beija-flores diversos e Sanhaçu-cinzento. As fotos foram feitas com Nikon D3X e lentes 70-200mm 2.8 e 400mm 2.8, além de teleconverter 2x. Espero que goste! Entre em contato para saber mais sobre fotografia de aves e Rio de Janeiro birdwatching!

Atlantic Rainforest Birdwatching in Brazil

The State of Rio de Janeiro has many parks and protected areas, perfect for bird photography and birdwatching. Itatiaia National Park is one of the best places for birdwatching in Rio de Janeiro, rich in Atlantic Rainforest and Altitude Fields. By late March this year I took my wildlife photography students there, it was a very productive day. All birds in my gallery below were photographed around Ype Hotel, which places fresh fruits on feeders every morning to attract the local fauna. Though it’s not ideal for a wildlife photographer to shoot birds on feeders, it creates a lot of action and allows for many natural photos all around. Birds below are (respectively): Saffron Toucanets, Chestnut-bellied Euphonia, Double-collared Seedeater, Brazilian Ruby, Golden-winged Cacique, Bananaquit, Violet-capped Woodnymph, Green-headed Tanager, Magpie Tanager, Rufous-collared Sparrow, different hummingbirds and Sayaca Tanager. My pics were shot on Nikon D3X with 70-200mm 2.8 and 400mm 2.8 lenses with a 2x teleconverter. Hope you like it! Contact me if you are interested in wildlife photography and birdwatching in Rio de Janeiro!

Fotos do pôr do Sol no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro rende altas fotos em qualquer hora do dia. Não acredito totalmente naquela regra de que a melhor luz é a da manhã e a do pôr do sol. No entanto, neste post estou focando em fotos do pôr do sol, uma das “horas mágicas” da fotografia, que junto à paisagem típica do Rio de Janeiro, rende imagens pra lá de maneiras. Alguns dos melhores locais para curtir o pôr do sol no Rio de Janeiro são as praias de Ipanema e Arpoador (o sol normalmente cai atrás do Morro Dois Irmãos), a mureta da Urca (o sol se põe atrás do Corcovado, não esqueça de tomar uma cerveja) e o Pão de Açúcar (talvez o melhor, com o sol se ponto atrás das montanhas da Floresta da Tijuca). Para fotografia no pôr do sol têm sempre uns dias que são melhores que outros. Um dia totalmente nublado não rende as fotos clássicas, mas também dá pra tirar resultados interessantes. Os meus dias preferidos para fotos do pôr do sol (e outras) são aqueles 2 dias depois que a frente fria vai embora. Normalmente a atmosfera fica cristalina, com visibilidade de centenas de quilômetros, ainda com nuvens no céu que ajudam na composição. Lá em baixo coloquei uma galeria com minhas fotos do pôr do sol no Rio de Janeiro, espero que gostem!

Sunset photos of Rio de Janeiro

Rio de Janeiro is great for photos at any time of the day. I don’t entirely believe in the “magical hours” of photography (dawn and sunset), but in this article I’m focusing on sunset images, which when put together with Rio’s typical landscape, the result comes usually full of amazing pictures. Some of the best places to watch the sunset in Rio de Janeiro are Arpoador and Ipanema beaches (the sun usually sets behind Dois Irmãos Mountain), Urca neighborhood (the sun sets behind Corcovado Mountain, don’t forget to grab a beer in the many bars around) and the Sugar Loaf (maybe the best, with the sun setting behind Tijuca Forest mountains). When it comes to sunset photography, there are always some days that are better than others. A heavily clouded day won’t give you the classical images, but you can still get interesting results. My favorite days for sunset photography in Rio de Janeiro are those couple of days after the rainy weather clears, when you get a crystal clear athmosphere with hundreds of miles of visibility and there are still some beautiful clouds above our heads, great allies for composition. I’ve put a selection of my sunset photos of Rio de Janeiro down below, hope you like it!